IMEC

Projeto de Lei Alvará na Hora

Confira aqui.

Refrigeração sem energia devolve calor ao espaço

Redação do Site Inovação Tecnológica -  07/10/2015

Em 2014, uma equipe da Universidade de Stanford, nos EUA, criou um revestimento cristalino capaz de enviar o calor de volta para o espaço, essencialmente uma técnica de "resfriamento passivo", que resfria sem gastar energia.

Agora a mesma equipe aplicou seus cristais a estruturas similares a células solares, mostrando que o revestimento resfria a célula solar sem impedir a passagem da luz visível que é transformada em eletricidade.

Ao enviar o calor de volta ao espaço, irradiando luz infravermelha numa faixa para a qual a atmosfera terrestre é transparente, a célula solar tem seu funcionamento otimizado, aumentando sua eficiência.

O revestimento cristalino é criado produzindo ranhuras micrométricas em uma placa de óxido de silício de 500 micrômetros de espessura - o resultado é um vidro finíssimo e transparente.

Além de não reduzir a quantidade de luz que chega à célula solar, o revestimento reduziu sua temperatura em 13º C, o que ainda gera um ganho de 1% na eficiência da célula solar.

Leia mais: Refrigeração sem energia devolve calor ao espaço

Aquecedor instantâneo fornece água quente na hora

Água quente instantânea     Protótipo do aquecedor instantâneo fabricado por uma das empresas parceiras do projeto. [Imagem: RAPIDHEAT Project/Cressal]

Um novo sistema de aquecimento de água ultra rápido promete economizar energia e tempo nas casas, nos cafés e na indústria.

Os aquecedores de água levam tempo para levar a água à temperatura desejada, o que geralmente é contornado, de forma pouco eficiente, usando depósitos que mantêm a água quente até que ela seja necessária - é a solução geralmente usada, por exemplo, nas máquinas de café expresso.

Um projeto financiado pela União Europeia está prometendo "água quente instantânea".

"O projeto RapidHeat otimizou as tecnologias de aquecimento e controle para desenvolver um aquecedor de pequenos volumes pequeno e leve que oferece saída integral na temperatura desejada em dois segundos," disse Peter Duncan, coordenador do projeto.

Água quente em eletrodomésticos e chuveiros

Como dispensa o depósito de água e os sistemas de preaquecimento, o dispositivo ficou muito compacto, o que permitirá sua instalação em pequenos aparelhos domésticos.

A tecnologia está pronta para comercialização e deverá ser inicialmente focada nas máquinas de venda automática, café expresso e em eletrodomésticos da linha branca.

Mas os engenheiros já estão de olho também em uma forma de substituir os chuveiros elétricos e sistemas centrais de aquecimento de água residenciais, que normalmente funcionam a gás e desperdiçam grande quantidade de água até que a água quente chegue ao chuveiro.

"Há um grande número de aplicações que a equipe simplesmente não previu no início deste projeto," disse Duncan. "Ainda estamos discutindo como vamos tirar proveito dessas oportunidades e agora estamos à procura de parceiros interessados em desenvolver ainda mais o equipamento e integrar a tecnologia em aplicações que necessitam de água quente instantânea."

 

Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias

REQUERIMENTO

Requerimento: 

Para pedir  revisão de atribuições a Câmara Especializada de Engenheiros Civil baseando na Lei  218/73

e Lei 5197; consolidados na resolução 1048/2013.

Mandar cópia da carteira, grade curricular e protocolar no CREA ou inspetoria.

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique por dentro de tudo o que acontece na engenharia.